o alicerce de nossa vida

Pintura para crianças

A pintura é um meio expressivo muito atraente para crianças de qualquer faixa etária, especialmente a partir dos 5 anos.

Lápis de cor, crayon, pastel, aquarela, guache e tintas corporais são materiais de pintura que oferecem ricas possibilidades criativas.

O lápis crayon é mais macio que o lápis de cor e mais denso que o pastel, permitindo trabalhos nas técnicas molhada e seca, que podem ser combinadas no mesmo desenho.

O lápis aquarela oferece ricas possibilidades artísticas.

O lápis pastel em bastão, versão oleosa, é indicado para que as crianças possam trabalhar produzindo linhas coloridas ou rabiscos; na versão pastel seco, em barra, a criança pode espalhar o pigmento com algodão ou com o dedo para dar formas ou preencher espaços vazios, trabalhando a superfície. As crianças menores sentem grande atração por essa técnica, pois há uma relação direta com o material e elas adoram explorar materiais com resultado e efeito imediato, como a manipulação com os dedos. É extensa a gama de possibilidades técnicas disponíveis no mercado para o público infantil.

Ricas experiências sensoriais

A criança em contato com tintas à base de água desfrutam de enorme prazer ao misturar água às tintas, oferecendo ricas experiências sensoriais com o papel ou outro suporte. A paleta de cores variadas e as diferentes ferramentas de trabalho constituem um instigante universo a ser explorado.

O guache, tinta de cobertura que permite trabalhar manuseando pincéis, mãos, dedos, rolos de espuma e outros materiais sobre médias e grandes superfícies, encanta os pequenos. Além disso, a possibilidade de misturar cores, a opacidade e a intensidade de tons fortes e contrastantes são muito atrativas.

A aquarela, outra técnica de pintura à base de água, produz sensação de leveza e possibilidade de produção de transparência e sobreposições de cores, com resultados muito luminosos.

Pintura corporal

A pintura corporal envolve a criança numa atmosfera de magia, possibilitando a atuação sobre o próprio corpo ou de outrem, despertando o prazer lúdico de se transformar em objeto de pintura, espaço de representação e campo de possibilidades expressivas.

Várias técnicas pictóricas oferecem ricas possibilidades no trabalho com cores. A escolha é uma questão do interesse despertado pelo contato da criança com o material, ao qual o professor ou instrutor deve estar atento e aparelhado para disponibilizar imediatamente materiais diversos para que a criança atinja os objetivos daquele momento. As técnicas de pintura podem ser vivenciadas aos poucos, lembrando que o importante é o processo, o que acontece interna e externamente no momento da realização do trabalho com a pintura.

Diferentes técnicas de pintura aumentam o repertório expressivo da criança

Todas as técnicas secas ou à base de água, cada uma com especificidades próprias, oferecem recursos para as crianças trabalharem habilidades e imaginação. O que importa é a capacidade de transformação que os materiais oferecem ao serem manuseados e a relação que a criança estabelece com o material. Ao oferecer ferramentas aos pequenos, é importante observar as intenções de sua experimentação e tentativas para que se faça a adequação ao uso dessas ferramentas.

A pintura é uma técnica criativa que oferece recursos plásticos para a criança dar forma ao material simbólico que emerge ao pintar; e, quanto mais rica e diversificada a técnica a ser trabalhada, mais recursos expressivos ela vai ter. O aprendizado das técnicas vem somar ao repertório artístico um campo expressivo a ser explorado, possibilitando oportunidades de desenvolvimento e crescimento pessoal.

Pintar também é brincar, compartilhar sensações lúdicas e dominar a matéria pelo aprendizado no contato e vivência com ferramentas e materiais adequados ao ato de pintar.

Silvia Maria Fischetti é artista plástica, arte educadora e socióloga, além de idealizadora do Ateliê Elo das Artes, que promove cursos de arte para crianças.

Compartilhe
o artigo

Imprima o artigo
para ler depois

Veja os comentários dos
leitores e comente também